Pare. Reflita. Do jeito que está, não dá!

E aii Família! Alguém me diz quando foi, quando foi que paramos de ser humanos. Quando foi que aprendemos a apontar o dedo. Quando foi que descobrimos que se nossa visão não prevalecer errado é o outro. Quando foi que aprendemos a humilhar, maltratar. Quando foi que começamos a achar isso engraçado. Quando foi que começamos a deixar de ser para ter. Ter. Ter que seja sua opinião reafirmada como “a certa”. Quando foi que o ódio começou a ganhar.

Eu não sei vocês, mas eu não aguento mais! Não sei mais pra onde correr nesse país onde uns atacam os outros por compartilharem opiniões políticas diferentes. Gente, parem um minuto. Olhem e repensem nas atitudes que vocês tem tomado e me respondam: Como que vocês querem exigir respeito se chegam atirando pedras e não entregando flores? Como que desse jeito, com palavras agressivas e de ódio, querem chegar a um consenso do que acreditam ser “o melhor pro país”? Deixa eu te falar uma coisa, cada um tem na cabeça uma visão idealizada do que acredita ser “um futuro melhor” e não é dessa forma que vamos chegar nele.

Abram os olhos, não deixem que isso divida vocês. Não vamos nos agredir na internet e fora dela. Somente juntos vamos conseguir vencer essa guerra. Juntos. Juntos como uma nação, como brasileiros, como uma família pois é isso que somos. Família.

Todos vamos arcar, tanto com as coisas boas, quanto com as consequências da escolha que 50% +1 de vocês fizerem nas urnas. Então escolham sabiamente e acima de tudo escolham com amor. Pois como já dizia Chaplin:

– “A ganância envenenou a alma do homem, criou uma barreira de ódio e nos guiou no caminho de assassinato e sofrimento. Desenvolvemos a velocidade, mas nos fechamos em nós mesmos. A máquina, que produz abundância, nos deixou em necessidade. Nosso conhecimento nos fez cínicos; nossa inteligência nos fez cruéis e severos. Pensamos demais e sentimos muito pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de gentileza e bondade. Sem essas virtudes, a vida será violenta e tudo será perdido.”

Xoxo
Uma analógica na era digital

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s