Que país é esse?

E aii Família! Diante de nós, sem recursos do Governo Federal, sem manutenção e sem água, o fogo consumiu completamente o Museu Nacional do Rio de Janeiro.

IMG_4189

Mais uma tragédia anunciada! Nos últimos dez anos, além do Museu Nacional do Rio, outros 7 prédios que guardavam acervo com valor artístico, histórico e científico, foram consumidos pelo fogo. Resultado do descaso, desrespeito e ganância? SIM! Estão apagando nossa memória com uma política cultural equivocada.

Que mundo paralelo é esse que o Brasil vive? Fico me perguntando, será que todos os brasileiros têm uma verdadeira noção do que representa para o país a perda de um enorme acervo do patrimônio histórico brasileiro?

Incêndio Museu Nacional
Vista geral do Museu Nacional, no Rio, em chamas. MARCELO SAYÃO EFE

Então, vamos lá: A história do Brasil tem pouco mais de 500 anos, ontem 200 anos de história e cultura foram destruído pelo fogo que se alastrou com muita facilidade.

“Queimamos o quinto maior acervo do mundo.
Queimamos o fóssil de 12 mil anos de Luzia, descoberta que refez todas as pesquisas sobre ocupação das Américas.
Queimamos murais de Pompeia.
Queimamos o sarcófago de Sha Amum Em Su, um dos únicos no mundo que nunca foram abertos.
Queimamos o acervo de botânica Bertha Lutz.
Queimamos o maior dinossauro brasileiro já montado com peças quase todas originais.
Queimamos o Angaturama Limai, maior carnívoro brasileiro.
Queimamos alguns fósseis de plantas já extintas.
Queimamos o maior acervo de meteoritos da América Latina.
Queimamos o trono do rei Adandozan, do reino africano de Daomé, datado do século XVIII.
Queimamos o prédio onde foi assinada a independência do Brasil.
Queimamos duas bibliotecas.

Queimamos a carreira de 90 pesquisadores e outros técnicos.” —  Rui da Cruz, servidor do Museu Nacional.

IMG_4191

É triste olhar para nossa geração e perceber que muitos não tinham consciência da riqueza cultural arquivada em um único museu em nosso país. Pra vocês terem ideia, o Museu Nacional teve menos visitantes em 2017 do que o número de brasileiros que visitou o Museu do Louvre no mesmo ano.

Nosso passado ardeu em chamas e consequentemente levou consigo nosso futuro. Afinal, entender nosso passado é o melhor jeito de construir o futuro. E agora, só nos resta colher as cinzas de um país que não consegue sequer proteger sua história? NÃO! Vamos valorizar o nosso, disseminar a cultura artística, literária e a importância da visitação aos museus. Vamos partir do zero e, quem sabe, escrever um novo capítulo para essa história!

Xoxo
Uma analógica na era digital

 

 

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s