A arte da tatuagem além das peles!

Hello, família! Nesse último sábado, a Galeria DUO abriu suas portas em Sampa city. O que mais impressiona é a proposta de fundir em um só lugar dois universos que a gente ama: arte e tatuagem! Bora ver?

 

A Galeria DUO é um misto de galeria e estúdio de tatuagem que vem para mostrar como a arte transcende para a tatuagem, elevando a sua criação e técnica para um conceito ousado e pioneiro na capital paulistana.

1_pG4ADjpC7zLg7kdNVZgw0g

O ambiente foge do tradicional e a sobreloja de 350m2 conta mais de 30m de vitrine na esquina da Rua Augusta com a Alameda Itu, nos Jardins. “A concepção da galeria conta com um projeto arquitetônico minimalista e funcional. A mescla ajustada dos elementos de fluidez, amplitude e transparência propiciam o enaltecimento dos artistas em sua máxima potencialidade”, diz o arquiteto Aníbal Moriyama que assina o projeto em parceria com a arquiteta Camila Uzêda.

Para a inauguração, o espaço recebeu a mostra Simbiosis, com trabalhos dos tatuadores e artistas plásticos Victor MontaghiniVictor Octaviano e Victor Zanotto.

O artista Victor Montaghini, é formado pela escola Panamericana de Arte e Design, passou por diversos suportes e técnicas sendo hoje bastante multifuncional. Teve como fonte de inspiração grandes pintores com Egon Schiele e Gustav Klimt, que muito ainda se nota em seus traços bordados e os contrastes entre tons terra e ocres e as cores primárias, predominando a visão interior e intuitiva do artista em oposição à mera observação da realidade.

Artes na pele por Victor Montaghini – Divulgação

O Octaviano, é artista plástico e tatuador e tem seu estilo fortemente influenciado pela aquarela. “Na tatuagem, normalmente a história ou ideia parte da pessoa, enquanto eu procuro me envolver com o tema para dar substância ao desenho, mas o sentimento inicial é geralmente externo. Já para a exposição, minhas obras são feitas de dentro pra fora, sem a necessidade de agradar ou serem entendidas. Ao olhar para as pinturas você pode ter sentimentos totalmente diferentes dos que me levaram a pintar”, diz o artista.

Trabalho na pele feito pelo Victor Octaviano – Divulgação

Já o terceiro artista, Victor Zanotto, nasceu em Curitiba e se formou em fotografia e em desenho no curso pela escola Meio Tom. Iniciou na ilustração em 2010 e em 2011 na tattoo, sempre buscando novas experiências em plataformas vivas ou no papel.

Trabalho feito na pele por Victor Zanotto – Divulgação

Vale conferir essa super coletiva que apresenta artistas plásticos e reconhecidos tatuadores para conectar as artes entre si, mostrando que a arte não se limita a telas ou paredes!

Período: 10/07/2018 a 31/08/2018
Horário: 14:00h as 20:00h — de 3ª feira a sábado

Visita com Entrada Franca

Beijos

Awa Guimarães

fimdepost

 

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s