Varejo de moda mais sustentável!

E aí, família?! A tendência global da busca por uma moda mais justa chegou até as lojas de roupas de varejo, mas sem perder o bom preço e a variedade! Com a ideia de ser a empresa de varejo de moda mais sustentável, a C&A vem investindo em diversas ações que mudam a marca e inspiram toda a cadeia (Bravo!). Vem ver!

No começo do ano, o Instituto C&A apresentou um edital com propostas para uma moda mais consciente e justa – resultado de um trabalho que começou em 2009. Depois a fast-fashion lançou sua campanha global #VistaAMudança, que reúne todas as iniciativas de sustentabilidade da empresa e estabelece metas claras que devem ser implantadas até 2020. Agora, para dar ainda mais força a esse movimento, a C&A preparou um videoclipe especial. Lançado oficialmente nesta segunda-feira (25.6), o vídeo traz a cantora Mahmundi ao lado de personagens que já trabalham em prol de uma moda mais justa, como Gabriela Mazepa, do ReRoupa, Tasha e Tracie Okereke, do Expensive Shit, e Luciana Bueno, do Banco de Tecidos. A cantora criou uma música especialmente para o projeto, chamada “Vestir a Mudança”, que passa força e acolhimento.

Por meio dele, a marca quer inspirar seus consumidores a entrarem no debate da sustentabilidade na moda, atrair pessoas que ainda não conheciam esse universo e reunir em um só lugar todas as ações da rede que visam esse objetivo. Alguns exemplos: passar a usar 100% de algodão mais sustentável até 2020, evitar o desperdício de matérias primas, utilizar fontes renováveis e espalhar diversas urnas pelas suas lojas no Brasil para arrecadar e dar nova vida a roupas usadas. Além disso, há ainda medidas de transparência na cadeia, que deixa aberta ao público sua lista de fornecedores, e bastante empenho para garantir que as pessoas envolvidas tenham boas condições de trabalho e seus direitos respeitados. Saiba mais aqui!

Maano, já está claro que a geração de hoje consegue enxergar com mais facilidade os problemas no modo como consumimos e a quantidade de lixo que descartamos. Mas, muitas vezes, a decisão de ter uma vida natural é taxada como inacessível. São esses exemplos que nos leva a acreditar que, muito em breve, comprar um produto sintético ou natural se tornará uma opção, os preços e as marcas que os oferecem serão os mesmos!

Beijos

Awa Guimarães

fimdepost

 

.

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s