“Ser Estar, Sergio Rodrigues”

Hello, família! Para os amantes de design, o modernista Sergio Rodrigues dispensa apresentações, mas viajar por sua trajetória profissional e descobrir detalhes de sua vida é sempre empolgante. Além de inspiração pra gente levar pra vida, né?! Então vem comigo!

Sergio Rodrigues é um dos principais nomes responsáveis por colocar o design brasileiro no circuito internacional, tornando-se referência mundial. Além de designer, foi também arquiteto, empresário, cartunista, cronista e restaurateur. De traço coerente e único inscreveu seu nome na história do design do século 20, sobretudo pela criação de uma grande variedade de produtos, dos quais o mais famoso é a Poltrona Mole.

Sergio-Rodrigues

Produzida com madeira maciça, tiras de couro e almofadas generosas, a Mole nasceu do pedido do fotógrafo Otto Stupakoff (1935-2009), que queria um móvel no qual “pudesse se refestelar feito um sultão”. Assim, ele fez. Quando desenhou a poltrona Mole, rabiscou também um boneco largado, deitado no móvel. Imediatamente pensou: “isso vai dar certo”, porque percebeu que o boneco estava “contente” lá dentro.

2bd68acfb19116e983344a71fa21cc2f
Esboço Poltrona Mole – Sergio Rodrigues (Foto: Divulgação)

A presença da figura humana é algo muito forte no trabalho de Sergio. Além de proporcionar a percepção da escala da peça, representa a intenção do designer, indica o “modo de usar”, sugere a ambiência e, muitas vezes, propõe uma narrativa que vai além do produto. Ele sempre criava personagens e imaginava histórias para cada peça, que pouco a pouco se apropriavam do produto, o qual era então redesenhado à luz dessas criações.

Way-Design_mocho
Esboço Banco Mocho – Sergio Rodrigues (Foto: Divulgação)

Agora, pra essa nossa viagem pela vida e o trabalho de Rodrigues ir para além da poltrona Mole, a gente não pode deixar de conferir a mostra “Ser Estar, Sergio Rodrigues”, no Itaú Cultural,  a partir deste sábado (9), em São Paulo.

O objetivo é acompanhar a trajetória de Rodrigues, através da exposição de 500 obras acompanhadas de textos explicativos, retirados de entrevistas e palestras conduzidas ao longo dos seus 60 anos de carreira.

sergio-rodrigues (1)

A curadoria, compartilhada entre Daniela Thomas, Mari Stockler, Felipe Tassara e Fernando Mendes, traz desde produtos criados na infância, como carros e aviões de brinquedo, até suas últimas produções mobiliárias, lançadas pouco antes de sua morte. Plantas, croquis, desenhos, vídeos, documentos e fotos complementam o ambiente expositivo, dividido em eixos temáticos organizados cronologicamente.

Ser Estar – Sergio Rodrigues
Local Itaú Cultural
Endereço Avenida Paulista, 149 – São Paulo (SP)
Visitação 9 de junho a 5 de agosto
Horário 9h às 20h (terça-feira a sexta-feira) e 11h às 20h (sábado, domingo e feriados)
Gratuito e livre para todos os públicos

Beijos

Awa Guimarães

fimdepost

 

 

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s