Supersonic: a história do Oasis nas telonas

Famosos tanto pela música quanto pelas polêmicas, o Oasis foi uma das grandes forças musicais dos anos 90. Fanática pelos Beatles, influenciada pelos clássicos de seu país e impulsionada pelo movimento britpop, a banda dos irmãos Gallagher em pouco tempo despontou dos pequenos clubes para os estádios do Reino Unido. É sobre essa ascensão meteórica que o documentário “Supersonic” trata.

Realizado pelos mesmos produtores do premiadíssimo “Amy”, o filme mostra como os integrantes cresceram em lares disfuncionais e sem grandes perspectivas de vida, o que, obviamente, acabou levando-os a formar uma banda de rock. A entrada do irmão mais velho, Noel, para o Oasis, mudou tudo. Excelente compositor, ele passou a ter total controle sobre o grupo. E é justamente nesse ponto que “Supersonic” conquista fãs e interessados. Detalhes de como hinos como “Live Forever” foram concebidos são narrados pelos próprios envolvidos. A assinatura do primeiro contrato, o processo de gravação do disco de estreia mais aclamado da história e muitas tretas nos bastidores e na frente das câmeras são mostrados em imagens até então inéditas. Tudo embalado pelas canções que até hoje marcam presença em nossas playlists. Impossível não cantarolar cada uma das músicas enquanto o doc é projetado.

sup3

Se por um lado a relação entre Liam e Noel alternava momentos de amor e fúria, a produtividade era sempre máxima. Depois do sucesso de “Definitely Maybe”, veio a prova real do segundo disco, que rendeu clássicos como “Wonderwall”, “Don’t Look Back In Anger” e “Champagne Supernova” e guiou o Oasis até shows memoráveis como o retorno à cidade natal, Manchester, no estádio do time do coração dos irmãos (o City, jamais o United!). Essas cenas, enaltecendo a histeria dos fãs e o orgulho da banda com todo aquele sucesso, são de arrepiar.

sup2

No fim do documentário, quando são mostrados os shows no Knebworth Park para mais de 120 mil pessoas em cada noite, a impressão que fica é que, mesmo vivendo no limite e com um fim anunciado desde o começo da carreira, o Oasis ainda deixa muitas saudades. O sucesso de “Supersonic” já ressuscitou rumores de quem um dia os irmãos Gallagher possam deixar as diferenças de lado para uma turnê comemorativa. Eu duvido, mas quem sabe…

Jorge Takeda

@jorgeftakeda

fimdepost

Deixe aqui seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s